10 esportes medievais que ainda são praticados no mundo todo

Talvez você não acredita porque a linha do tempo é longa. Mas, saiba que há alguns esportes medievais que ainda resistem ao tempo e que são bastante praticados no mundo todo. E o mais legal é que uma boa parte deles pode ser praticado coletivamente, também. 

O mais surpreendente é que esses esportes medievais não são, necessariamente, de combate, de luta, de sangue, como muita gente tem ideia. Na verdade, estamos falando de esportes que possuem origem bastante antiga, muitas vezes, que datam os períodos inimagináveis da história.

10 esportes medievais que ainda são praticados no mundo todo
Foto: (reprodução/internet)

O que é o período medieval

Só para a gente se localizar no tempo, vamos considerar que o período medieval, chamado de idade média, começa com a queda do Império Romano, em 476 d.C e vai até a tomada do Império Bizantino pelos turcos-otomanos, por volta de 1453.

10 esportes medievais que ainda são praticados no mundo todo
Foto: (reprodução/internet)

Sendo assim, nós temos um período da história que varia do século V até o século XV. Curiosamente, a Idade Média fica entre a Antiguidade e a Idade Moderna. E é legal saber disso porque muitos esportes se modernizaram ao longo do tempo.

Ou seja, a criação e o surgimento dele se deu na Idade Média ou antes disso. No entanto, após a formulação de regras, eles se tornaram modernos. Mas, a gente vai considerar aqui, ainda que com poucos relatos históricos, o surgimento inicial do esporte, combinado?

10 – O polo

Atualmente, fala-se em polo equestre ou polo sobre cavalos. O esporte ainda resiste ao tempo, porém, não é mais olímpico. Além disso, considere que ele teve os seus primeiros registros no ano 5 d.C na Pérsia. 

Ele era uma espécie de treino para combates armados, sendo que sempre foi muito violento nos primeiros anos do surgimento. As regras permitiam isso: o taco pode bater nos adversários, por exemplo. E podia segurar as bolas com as mãos. 

Hoje em dia, ele é bem diferente. Sendo que acontece entre duas equipes de 4 jogadores montados a cavalo. O objetivo é fazer gols usando o taco para acetar a bola. O jogo dura menos do que 1 hora e a partida é dividida em períodos. Há juízes fora e dentro do campo.

9 – A batalha naval (ou a naumaquia)

Aqui também temos um tópico que é mais uma curiosidade do que qualquer outra coisa. Hoje em dia, quase todo mundo já jogou batalha naval. A ideia é ter um jogo de tabuleiro onde dá para atacar os navios adversários até que eles afundem. 

Porém, o esporte acontecia de verdade, com navios de verdade, em lagos artificiais. Esse tipo de batalha era uma espécie de treinamento para a guerra. E, de fato, os navios eram guerreados, bombardeados e afundados. 

8 – A luta de gladiadores

É bem provável que quando a gente falou em “esporte medieval” você tenha se lembrado desse tipo de luta, não é mesmo? Afinal, foi muito popular naquela época. Hoje, ainda acontece, porém, de forma bem menos comum.

Esse tipo de luta ficou mais conhecida mesmo por ter sido demonstrada em filmes e livros. Assim, se resumia no combate de dois guerreiros que tinha que lutar com um propósito: derrotar o adversário. Porém, essa derrota só era válida quando vinha com a morte.

Ou ele podia pedir clemencia também, o que quase nunca acontecia. Em alguns casos, o esporte era usado para entretenimento, assim, escravos e prisioneiros mais fracos eram como iscas para treinar os grandes gladiadores. E valia usar espadas, lanças e machados, viu. 

7 – O pancrácio (Ou a Luta greco-romana)

Aqui a gente precisa dar algumas explicações. A primeira é que o pancrácio era muito próximo a luta de gladiadores, sendo que eram levadas até a morte. No entanto, não se usava aquele uniforme e armas dos gladiadores. Era uma luta corpo a corpo mesmo. 

E não valia morder o adversário e nem mesmo arrancar os olhos. Atualmente, esse esporte existe sim e é chamado de luta greco-romana. Inclusive, é uma luta que tem competições mundiais, jogos internacionais e muita competitividade. 

Também é um tipo de luta que se aproxima do famoso MMA que conhecemos. Sendo que o esporte faz parte dos Jogos desde os primórdios. 

6 – A luta venatio

O nome pode parecer diferente para você. Mas, considere que é uma luta que você conhece, sim. Estamos falando de gladiadores que lutavam com animais. E não estamos falando de quaisquer animais, mas leões, tigres, ursos e elefantes. 

Obviamente, mais do que um esporte era uma forma de recreação já que na maioria das vezes o humano vencia porque estava equipado com escudos e armas de ataque. Agora, o esporte também era uma forma de sobrevivência.

Isso porque quem era condenado poderia ser enviado, sem proteção e sem arma, para enfrentar os animais. Nesse caso, a vitória do animal faminto prevalecia. Esse não é um esporte atual, mas essa situação ainda acontece em locais mais remotos, como nas selvas.

5 – O calcio storico (ou futebol medieval)

E como estamos falando de luta até aqui, saiba que o calcio storico era um esporte bem agressivo também. E, ainda que fosse visto como uma espécie de futebol porque ele permitia marcar gols, acaba ficando mais na parte das lutas.

Ele tem origem na Itália um pouco mais tarde do que a Idade Média. Ainda assim é considerado como esporte medieval também. O que acontece é que pessoas que defendiam regiões de Florença eram colocadas em um espaço e deviam marcar gols.

Só que no fim das contas, mais do que marcar gols, valia o combate. A regra é que não podia atacar uma única pessoa com dois atacantes. Ou seja, o seu companheiro de equipe estivesse com a bola e estivesse apanhando, você não poderia defender ele. 

4 – As corridas de cavalo (ou as corridas de biga)

Esse tipo de disputa é uma das mais antigas do mundo. Eram chamadas de corridas de bigas e levavam os torcedores à loucura. Aliás, era um esporte de ricos, ou seja, dos povos mais abonados, mais abastado, da parte aristocrata. 

O esporte envolve muita velocidade e emoção, sendo que os torcedores, muitas vezes, ficavam mais eufóricos do que os próprios competidores. Durante o período da Grécia Antiga e da Roma Antiga, ele foi um esporte muito popular e fez parte dos Jogos Olímpicos também.

Geralmente, doze carruagens disparavam a partir de uma largada e davam 7 voltas em um percurso. Curiosamente, valia tudo, desde o esmagamento do concorrente no canteiro até o uso de chicotes. Algumas corridas levavam os competidores a morte. 

3 – A tauromaquia (ou corrida de touros)

Apesar de não parecer algo tão antigo assim, esse esporte vem desde o século XII, surgido na Península Ibérica, entre Portugal e Espanha. Em um Circo de Termes havia um sacrifício ritual dos touros. 

A palavra tauromaquia vem de algo como “combate com touros” e o registro mais antigo é remetente à ilha de Creta, da Antiguidade Clássica. E tudo aconteceu, pela primeira vez, ao que se imagina, durante o espetáculo do venatio, que já citamos acima. 

Então, aconteceu essa espécie de tourada. Atualmente, está proibida na maior parte do mundo. Porém, há registros de ventos que acontecem informalmente. 

2 – O arco e flecha

Qualquer filme de índios ou antigas civilizações que você assistir vai acabar vendo ou ouvindo falar sobre o arco e flecha como ferramenta de ataque ou defesa. Isso porque era muito usada desde a caça. Mais tarde, se tornou competição, esporte.

Na Idade Média, por exemplo, acredita-se que esse exercício de arquearia era lei, obrigando as pessoas a se equiparem com o instrumento. E a prática tinha sua área própria, chamada de butt. A ideia geral era treinar pessoas para a guerra, lá na Inglaterra. 

Hoje em dia, o arco e flecha é usado no entretenimento assim como na caça e no esporte. Tanto é que é um esporte olímpico e paraolímpico. E tem o fator interessante de ter sido uma atividade de sobrevivência que virou esporte, sendo um dos poucos a fazer isso. 

1 – O futebol 

Os esportes medievais eram praticados com base na classe social das pessoas, certo? Assim sendo, os jogos que usavam bolas eram bastante comuns entre os camponeses europeus. O futebol moderno surgiu no século 17, em 1830, porém, ele existe há mais tempo do que isso.

Mas, esse tópico é para falar do futebol, que segue a mesma linha. Isso porque a criação dele se deu há bastante tempo e tinha algumas regras diferentes. Por exemplo, a bola podia ser levada com os pés ou com as mãos e não havia limite de jogadores em campo. 

O objetivo era o mesmo que conhecemos: fazer gols no espaço do time adversário. Além disso, era uma espécie de vale-tudo, já que não se tinha regras sobre faltas e penalidades. Atualmente, o esporte tem regras muito mais bem definidas e com os juízes de campo. 

Os treinamentos para as guerras

Antes de terminar é legal a gente considerar um ponto. Com exceção de alguns esportes, como o futebol ou a corrida de cavalos, saiba que a maioria deles eram formas de treinar as pessoas para as possíveis guerras que viriam a acontecer. Isso é muito demonstrado em filmes também.

Assim, chegamos a um próximo ponto: o treinamento quase sempre era físico. Só que como no caso da batalha naval, ele também servia para a criação de estratégicas de combate. Assim a Idade das Trevas foi importante para o surgimento de vários esportes modernos.