Conheça os 7 maiores competidores de Triathlon

O triathlon começou como uma brincadeira. É isso mesmo: um treinador de atletismo pensou em passar alguns treinos para os seus alunos praticarem nas férias. A gente conta disso mais tarde. O curioso é que hoje o Ironman é considerado a competição mais difícil do mundo.

Abaixo, a gente também vai falar sobre o que é o Ironman e a importância dele para o esporte triathlon. Aliás, vamos contar ainda sobre os principais medalhistas olímpicos dessa modalidade que mistura corrida, natação e bicicleta. Continue lendo para descobrir mais.

Foto: (reprodução/internet)

A história do triathlon

O triathlon é um esporte que surgiu em 1974 em San Diego, na Califórnia. Isso aconteceu quando um clube de atletismo enviou aos atletas uma planilha de treinos com exercícios de natação e ciclismo também. Após retornarem das férias, eles foram colocados em testes.

Foto: (reprodução/internet)

Na ocasião, era preciso nadar 500 metros na piscina do clube, pedalar por 12 quilômetros em um condomínio fechado e correr 5 quilômetros na pista. A brincadeira deu certo e se tornou um desafio em San Diego. Em 1976, o esporte foi alterado.

Assim, passou a ter um percurso de 700 metros em águas abertas (mar), com pedaladas de 15 quilômetros na praia e 4,5 quilômetros de corrida de cross country. E assim foi acontecendo, sempre com modificações nas medidas e distâncias.

O Ironman

Até que em 1977, um ex-agente chamado John Collins sugeriu que a prova fosse praticada de forma sucessiva e sem intervalos. Logo, quem a fizesse em menor tempo seria chamado de Ironman – ou, simplesmente, Homem de Ferro.

Foto: (reprodução/internet)

Em 1978, apenas 15 atletas toparam o desafio, que foi vencido por John Haley, um motorista de táxi. Depois disso, todos os anos, atletas vão para o Havaí participar do evento esportivo. Assim, o Ironman foi o principal impulsionador do triathlon no mundo todo.

No Brasil, o esporte chegou em 1981, sendo que a primeira competição oficial aconteceu em 1983 no Rio de Janeiro. Em 1989, em Avignon, na França, foi fundada a International Triathlon Union, que acabou unificando o esporte entre todos os povos.

O triathlon nas Olimpíadas

Seguindo o roteiro histórico, saiba que o esporte se tornou olímpico também. Assim, a modalidade passou a integrar o programa nos jogos de Sidney. Dessa forma, ele foi visto pela TV por mais de 3,5 bilhões de telespectadores e mais 300 mil que estavam acompanhando nas ruas.

Foto: (reprodução/internet)

Para a próxima edição, que será em Tóquio, no Japão, e deve acontecer em 2021 devido à pandemia do Coronavírus, haverá também uma disputa por equipes, no chamado triathlon mixed relay, uma espécie de revezamento com times formados por 2 homens e 2 mulheres.

Atualmente, o Ironman possui 3,8 Km de natação, 180 Km de ciclismo e 42 Km de corrida. A partir disso, existem variações menores também, como a versão olímpica, que tem 1,5 Km de natação, 40 Km de ciclismo e 10 Km de corrida.

Os medalhistas do triathlon nas Olimpíadas

Como existem vários competidores do mundo todo que participam anualmente do esporte, a gente optou por fazer uma lista citando os maiores competidores com base no histórico das Olímpiadas. Assim, o que temos são os maiores medalhistas olímpicos do triathlon.

Foto: (reprodução/internet)

Curiosamente, saiba que o esporte se tornou um esporte olímpico apenas em 2000, durante os Jogos de Sidney, na Austrália. A partir disso, portanto, foram 5 disputas internacionais, sendo que no masculino a mesma pessoa venceu as 2 últimas edições. Saberemos quem é em breve.

Do lado feminino, que também começou em 2000, nenhuma mulher venceu a prova duas vezes. Mas, há um país que teve 2 representantes, sendo na primeira edição e na de 2012. Também falaremos disso no decorrer do artigo.

7 – Nicola Spirig (Suiça)

Diferente do masculino, no feminino uma única mulher conseguiu alcançar o pódio 2 vezes em Jogos Olímpicos. O nome dela é Nicola Spirig, que venceu o ouro em 2012, nos jogos de Londres e mais tarde, no Rio, em 2016, ficou com a prata.

Foto: (reprodução/internet)

Por isso, atualmente, ela é considerada a principal competidora do triathlon feminino no mundo. Com 38 anos, ela ainda tem 1 ouro conquistado nos jogos europeus de Baku, em 2015. Curiosamente, ela é casada com outro triatleta, o Reto Hug.

Reto só conseguiu uma 8ª posição nos jogos de Sidney, em 2000. Em Atenas, 4 anos depois, ficou na 40ª posição e em Pequim, no ano de 2008, ficou em 29º colocado.

6 – Alistair Brownlee (Grã-Bretanha)

Sem dúvidas, esse é o nome mais conhecido hoje em dia dentro do triathlon masculino. O atleta venceu a competição olímpica nos 2 últimos jogos que aconteceram em 2012 e 2016, em Londres e no Rio. O britânico tem hoje 32 anos e tem outras medalhas também.

Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, levou mais 2 ouros e 1 prata pelos Jogos da Commonweath, sendo em 2014 e 2018. Fora isso, também tem 2 campeonatos mundiais. Uma curiosidade é que ele é irmão do Jonathan Brownlee, que também é um triatleta.

5 – Jonathan Brownlee (Grã-Bretanha)

Aqui, citando os 2 principais nomes do triathlon mundial, você vai ver esse mesmo sobrenome (Brownlee) e esse mesmo país (Grã-Bretanha). O motivo: estamos falando de 2 irmãos que são super atletas e fizeram a dobradinha nos Jogos do Rio, em 2016.

Foto: (reprodução/internet)

O Jonathan ficou com a medalha de prata em 2016 e já tinha levado um bronze nos Jogos de Londres, em 2012. Atualmente, ele tem 30 anos e além das medalhas olímpicas, tem 1 ouro e mais 2 pratas nos Jogos da Commonweath. E foi campeão mundial em 2012.

4 – Simon Whitifield (Canadá)

O Simon merece estar aqui por vários motivos. O primeiro é que ele é considerado o primeiro medalhista de ouro do esporte em Jogos Olímpicos. Isso mesmo: ele venceu em 2000, em Sidney. Só que além disso, ele tem outra medalha olímpica: prata em 2008, em Pequim.

Foto: (reprodução/internet)

Atualmente com 45 anos, o canadense ainda disputa competições pelo Pacific Pride Triathlon Squad. E além das medalhas olímpicas, ele também tem 1 bronze nos Jogos Pan-Americanos de 1999 e 1 ouro nos Jogos de Commonweath, em 2002.

3 – Jan Frodeno (Alemanha)

Jan Frodeno é um alemão campeão olímpico. Ele venceu em Pequim, no ano de 2008. Atualmente, tem 39 anos e essa foi a sua única medalha na carreira, o que é de impressionar. Mas o histórico de Jan é bastante interessante.

Foto: (reprodução/internet)

Ele nasceu na África do Sul e começou a carreira aos 15 anos, como nadador. Em 2000 se tornou triatleta, inclusive, membro da seleção alemã. Venceu jogos nacionais e europeus, mas não mundiais. Aliás, em 2007, ele ficou na 6ª posição do mundial.

2 – Hamish Clive Carter (Nova Zelândia)

Hamish venceu as Olimpíadas de Atenas, em 2004 e fez a dobradinha perfeita com o parceiro Bevan, citado acima. Atualmente, ele tem 49 anos e além do ouro coleciona mais 2 pratas, que vieram nos mundiais de 1997 e 2006.

Foto: (reprodução/internet)

Em 1993 conseguiu o bronze, também no mundial. E nos Jogos de Commonweath, ele ficou com o bronze de 2002. Em 2007, ele anunciou a aposentadoria, após 14 anos de carreira no triathlon.

1 – Bevan Docherty (Nova Zelândia)

Bevan não tem medalha de ouro em Olimpíadas. Porém, ele tem a de prata conquistada em 2004, nos Jogos de Atenas e depois um bronze, em 2008, nos Jogos de Pequim. Atualmente com 43 anos, ele ainda possui outros títulos na carreira.

Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, ficou com a prata em 2006 pelos Jogos da Commonweath. Além disso, tem um ouro (2004) e uma prata (2008) no campeonato mundial masculino de triathlon.

Outras atletas femininas do triathlon

Além da Nicola, os Jogos Olímpicos também tiveram outras campeãs, sendo a parceira de país, Brigitte McMahon, que venceu a primeira olimpíada com o esporte, em Sidney, 2000. Em 2004, quem venceu foi a austríaca Kate Allen e em 2008 a australiana Emma Snowsill.

Foto: (reprodução/internet)

Curiosamente, em 2008 a medalha de bronze também foi para uma australiana, a Emma Moffatt. Aliás, entre as australianas, ainda tivemos a medalha de prata de 2000 para Michellie Jones e de prata em 2004 para Loretta Harrop. Além do bronze em 2012 para Erin Densham.

E na última competição quem venceu foi a norte-americana Gwen Jorgensen, que venceu a Nicola nos minutos finais da competição. Um nome curioso entre  mulheres é de uma portuguesa, que não tem muita fama no esporte, ela ficou com a prata de 2008: Vanessa Fernandes.

Fernanda Keller (Brasil)

No Brasil, um dos nomes mais conhecidos que temos é o da Fernanda Keller. Ela é de 1963, carioca e com vários bronzes na carreira. Sendo todos nos jogos Ironman do Havaí, como em 1994, 1995, 1997, 1998, 1999 e 2000.

Foto: (reprodução/internet)

Formada em educação física, ela chegou a ser condecorada como Mulher Mais Influente do Esporte, recebendo um prêmio da Revista Forbes. Curiosamente, ela é a única atleta do mundo que disputou e completou todas as provas do Ironman.

Em 2008, venceu o Ironman do Brasil, em 2004 também, o mesmo vale para 2000. Inclusive, em 2000, ela participou do Mundial do Ironman nos Estados Unidos, do Ironman do Brasil e do Ironman da Austrália. Incrível, não?