Ronald Koeman – O maior zagueiro artilheiro de todos os tempos

Talvez você já tenha ouvido falar desse nome, afinal, Koeman é o atual técnico de um dos maiores clubes de futebol do mundo, o Barcelona, da Espanha. Porém, a história dele no futebol é bem mais antiga, sendo que ele é o zagueiro com mais gols na história do esporte.

Para sermos mais sinceros, ele fez 250 gols em 759 jogos. Agora, há outras informações e curiosidades sobre Ronald Koeman que provavelmente você não saiba. Então, continue lendo para conhecer um pouquinho da história desse grande atleta que foi o holandês Koeman.

Foto: (reprodução/internet)

O reconhecimento de Ronald Koeman como zagueiro-artilheiro

Sempre que você procurar por um tema como “qual foi o zagueiro com maior número de gols na história do futebol” ou algo como “zagueiro-artilheiro”, saiba que Ronald Koeman terá o seu espaço reservado.

Foto: (reprodução/internet)

Afinal, ele é aquele zagueiro que fez o gol que deu o primeiro título da Copa dos Campeões para o Barcelona. Foi um gol de falta, já na prorrogação, em uma partida contra o Sampdoria.

A história de Koeman começa lá em 1963, ano de seu nascimento, na cidade de Zaandam, Holanda. Atuou a maior parte das vezes como zagueiro, mas também teve papel como volante. Jogou em grandes clubes holandeses, além do Barcelona, da Espanha.

O interesse pelo futebol na vida de Ronald Koeman

O atleta teve interesse pelo futebol desde cedo, já que o seu pai, Martin Koeman, foi a inspiração. Ele era um jogador multitalentoso, que jogava pela defesa e migrava rapidamente para o ataque. Martin foi profissional na década de 50 e até a década de 70.

Foto: (reprodução/internet)

Passou pelos grandes da Holanda, mas sem fazer o mesmo sucesso que o filho fez. Além de Ronald, o outro filho, Erwin, também iniciou a carreira futebolística, atuando no meio-campo. O Groningen chegou a ter os irmãos em campo e ganhou destaque no nacional do país. 

Na sua primeira temporada, em 1980-1981, Ronaldo jogou 24 dos 34 jogos do clube no campeonato nacional, o Eredivisie. Ele marcou 4 gols e ganhou destaque porque era zagueiro. O jovem tinha personalidade, visão de jogo e era muito forte. 

A formação de jogador de futebol

Ronald Koeman começou a vida profissional no futebol em 1980, atuando pelo Groningen, do seu país de origem. Em três anos se destacou e foi transferido para o Ajax, onde ficou mais três anos até ir para o PSV Eindhoven. E em mai9s três anos mudou de clube e de país.

Foto: (reprodução/internet)

Ele foi par ao Barcelona, da Espanha e ficou lá o dobro do tempo, sendo 6 anos. Até que em 1995 voltou para a Holanda para jogar no Feyenoord. Sendo assim, também é um dos poucos atletas que jogou pelos 3 maiores clubes da Holanda: PSV, Ajax e Feyenoord.

Ronald encerrou a carreira em 1997. Já pela seleção da Holanda, ele jogou por 2 anos na categoria sub 21 e logo foi para a equipe profissional, onde ficou por 11 anos. Na época, a Holanda era chamada de Países Baixos. 

Os títulos de Koeman no futebol

Pelo Ajax, ele tem o campeonato neerlandês e a Copa dos Países Baixos. Pelo PSV, a lista é bem maior, sendo que também chega até uma Liga dos Campeões. Aliás, nesse clube ele venceu títulos de Melhor Jogador e de Goleador da Copa Intercontinental.

Foto: (reprodução/internet)

Pelo Barcelona, mais títulos: o campeonato espanhol, a Copa do Rei, a Supercopa da Espanha, a Liga dos Campeões, a Supercopa UEFA e foi o goleador da Liga dos Campeões. E pela Holanda, ele venceu a Eurocopa, quando foi considerado o melhor defensor de 1988.

O título da Eurocopa

É claro que vencer campeonatos internacionais, como a Champions League, é algo único. Porém, sem dúvidas, para a vida de Ronald, o título da Eurocopa tem um sabor para lá de especial. Isso porque ele foi titular nas eliminatórias e marcou dois gols na campanha.

Foto: (reprodução/internet)

Para quem não se lembra, o jogo da semifinal foi contra a Alemanha, a anfitriã. O estádio em Hamburgo estava lotado, com quase 60 mil pessoas. Matthaus abriu o placar para os alemães e Koeman empatou, de pênalti. 

Já no fim do tempo normal, Marco van Basten virou o placar para os holandeses, o que levou centenas de milhares de pessoas para as ruas de Amsterdã. Foi nesse jogo que Koeman usou a camisa de um jogador alemão (Olaf Thon) para limpar a bunda. Deixaremos isso para depois.

Os números de destaque de Koeman dentro de campo

No geral, Koeman jogou 130 vezes pelo PSV e marcou 63 gols. Já pelo Barcelona foram 345 jogos e mais 102 gols, e ainda teve 78 jogos e 14 gols pela seleção do seu país.

Foto: (reprodução/internet)

Logo, em competições europeias, internacionais, foram 84 jogos e 24 gols. O que dá 763 jogos e 253 gols na carreira. Alguns falam em 250 gols e outros em 253 gols, por isso, essa diferença de 3 gols. Tudo bem?

O trabalho como técnico de Ronald Koeman

Após a aposentadoria, não demorou muito para que Koeman voltasse ao futebol, mas agora como treinador de equipes. A sua primeira equipe, aliás, foi a Vitesse, da Holanda. Em um ano de trabalho, ele se destacou e foi para o Ajax, onde ficou por quatro anos.

Foto: (reprodução/internet)

Depois foi para Portugal (no Benfica), voltou para a Holanda (PSV), de novo para Europa (Valência), voltou para a Holanda (AZ Alkamaar e Feyenoord), foi para a Premier (Southampton e Everton) até ser convidado para dirigir a seleção holandesa, em 2018.

Pela seleção ficou em 2 anos, sendo que em 2020 o Barcelona o convidou para assumir o elenco, que é o seu clube atual.

Os títulos como treinador na carreira de Koeman

Como treinador de futebol, Koeman também tem uma história bonita para contar. Ele teve mais títulos pelo Ajax, que foi onde conquistou o campeonato nacional, a Copa e a Supercopa. No mesmo país, venceu o nacional pelo PSV também.

Foto: (reprodução/internet)

Já na Espanha, ele tem a Copa do Rei pelo Valência e pelo Barcelona. Já em Portugal tem a Supertaça de Portugal, pelo Benfica. 

A história de Erwin Koeman

A gente também quer contar aqui a história do irmão de Ronald, o Erwin, que já foi citado nesse texto. Ele também é um jogador de futebol e um treinador de equipes na atualidade. Claro que não tem a mesma fama do Ronald, mas é uma história e tanto.

Foto: (reprodução/internet)

Ele é um ex-futebolista, ex-meio-campista, treinador e irmão mais velho do Ronald. Também jogou pela seleção da Holanda em 34 partidas, sendo que tem 3 gols e 1 na Eurocopa de 1988 e outro na Copa do Mundo de 1990.

A história dele no futebol começou em 1978, jogando pelo Groningen. Logo foi transferido para o PSV Eindhoven e voltou ao Groningen algum tempo depois. Também passou pelo clube belga Mechelen e voltou ao PSV, antes de encerrar a carreira no Groningen, em 1998.

Erwin Koeman como treinador

Já como técnico de clubes, ele começou em 2004, sendo chamado para dirigir o clube holandês RKC Waalwikj. Depois, foi para o Feyenoord até passar pela Seleção da Hungria, em 2008. Ficou lá até 2010 e então voltou para a Holanda, para dirigir o Ultrecht.

Foto: (reprodução/internet)

Porém, o fim da carreira foi em 2011, sendo bem precoce para um treinador de clubes. O canhoto tem hoje 59 anos e trabalha no futebol, porém, de forma administrativa. 

Nos títulos da carreira como jogador, ele tem o campeonato belga, a Copa da Bélgica, a Taça dos Clubes e a Supercopa UEFA, todos pelo Mechelen. Já pelo PSV levou a Eredivisie e a Supercopa dos Países Baixos. E tem a Eurocopa pela Holanda também. 

Outros zagueiros-artilheiros que você precisa conhecer

Além de Ronald Koeman, que é um holandês que mais fez gols sendo zagueiro, a gente tem outros nomes de respeito na listagem. Por exemplo, o argentino Daniel Passarella fez 175 gols e jogou pelo Sarmiento, River Plate, Fiorentina e Inter. 

Foto: (reprodução/internet)

Fernando Hierro é um espanhol que balançou a rede 163 vezes. Ele jogou em grandes clubes espanhóis, como é o caso de Real Madrid e Valladolid e outros fora do seu país, como Al Rayyan e Bolton Wanderers. E a lista segue, vamos mencionar mais alguns nomes.

Laurente Blanc da França fez 153 gols, Graham Alexander da Escócia fez 130 gols, Sergio Ramos da Espanha já marcou 128 tentos e continua em atividade. O brasileiro Roberto Carlos era um lateral e também marcou muitos gols, sendo 127.

Outras referências do Barcelona que marcaram época

Inclusive, todas as vezes que a gente falar em jogadores do Barcelona que são referências, o Ronald vai estar na lista. Isso porque ele é alguém que personificou o estilo do futebol, sendo comandado por outra referência, o John Cruyff, que era técnico na época. 

Além desses dois nomes, não podemos deixar de falar sobre Lionel Messi, Xavi Hernandez, Andres Iniesta, Ronaldinho Gaúcho, Hristo Stoichkov, Luis Suárez Miramontes, Chalres Puyol e Pep Guardiola. Curiosamente, a maioria deles se tornaram treinadores de futebol depois.