Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes

São muitos os motivos que podem levar um clube a aposentar a camisa de um jogador de futebol. Ou seja, a partir desse anúncio, o número não pode ser mais usado. E isso tem acontecido de forma frequente nos últimos.

Inclusive, devido à uma morte trágica de um atleta ou quando ele se torna um ícone naquele clube. E foi isso o que aconteceu com a camisa 3 do Milan, por exemplo, que não se pode ser mais usada em homenagem a um jogador que ficou lá por 25 anos, acredita?

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

10 – Davide Astori (Camisa 13 do Fiorentina e Cagliari)

A partir daqui a gente começa a contar alguns relatos de jogadores que tiveram suas camisas aposentadas devido à problemas de saúde e, possivelmente, morte. Mas vamos intercalar essas histórias com outros, que são menos tristes também, combinado?

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

O Davide nasceu na Itália e morreu em 2018 devido a uma parada cardiorrespiratória. Mais tarde, isso mudou para “causas naturais”, já que a explicação é que o coração dele foi diminuindo em batimentos até parar. A carreira profissional dele começou no Milan.

Mas, foi no Cagliari e Fiorentina, ambos da Primeira Divisão do Italiano, que ele fez mais sucesso. Inclusive, chegou a ser convocado para disputar a Copa das Confederações em 2013. Assim, esses dois clubes italianos decidiram aposentar a camisa 13 que ele vestia. 

9 – Marc-Vivien Foé (Camisa 23 do Manchester City)

O jogador de Camarões morreu enquanto disputada uma partida pela sua Seleção durante a Copa das Confederações de 2003. Ele era um volante que fez muito sucesso em grandes clubes internacionais, como o Manchester City, da Inglaterra. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Além da camisa 23 aposentada no Manchester City, Foé também foi homenageado com a aposentadoria da camisa 17 do Lyon e do Lens, que são clubes franceses que também tiveram Foé como atleta. 

A morte trágica aconteceu aos 27 minutos do segundo tempo no jogo contra a Colômbia, que valia uma vaga na final da competição. Ninguém conseguiu reanimar o atleta dentro de campo. A última avaliação de autópsia concluiu que foi uma morte relacionada ao coração.

8 – Junior Malanda (Camisa 19 do Wolfsburg)

O Junior era um volante belga que morreu em um acidente automobilístico, quando tinha apenas 20 anos. Devido à fatalidade, o Wolfsburg, que é um clube alemão, decidiu aposentar a camisa que ele vestia. O acidente aconteceu em 2015.

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Antes de chegar no clube alemão, Junior começou a carreira no seu país natal. Mas em 2004 foi para o Anderlecht, que era do mesmo país, só que tinha muito mais expressão. Mas foi no Lille que se profissionalizou até chegar no Wolfsburg em 2013.

Nessa curta trajetória, ele chegou a disputar fases qualificatórias da UEFA Champions League e da UEFA Europa League, quando estava emprestado ao Zulte, da Bélgica. Pele seleção belga, ele jogou desde o sub-15 e até a sua morte era um dos principais nomes do sub-21. 

7 – Miklós Fehér (Camisa 29 do Benfica)

Pode ser que você tenha ouvido falar dessa história. Fehér era um jogador de futebol húngaro que tinha uma carreira bastante interessante. Ele começou a vida profissional no Gyori, que é um clube famoso no seu país natal. Mas, logo foi para o Porto, de Portugal. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Foi emprestado para outros clubes também, como Salgueiros e Sporting Braga. Até que foi comprado pelo Benfica, do mesmo país. A contratação aconteceu em 2002, só que o atleta só ficou lá até 2004. E o motivo é o que mais surpreende. 

Aos 24 anos, ele morreu. Após impedir o lançamento lateral de um adversário, ele recebeu um cartão amarelo e logo em seguida se sentiu mal e caiu inanimado em campo. Ele foi submetido a reanimações, porém, ele morreu no mesmo dia, no hospital. 

6 – Javier Zanetti (Camisa 4 do Inter de Milão)

É um jogador que atuou até poucos anos atrás. Ele conseguiu uma façanha incrível, que foi aposentar a camisa de um clube como é o Inter de Milão. No entanto, há uma regra: a camisa 4 só poderá ser usado por herdeiros. A camisa 3 também é aposentada pelo Giacinto Faccheti.

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, com 47 anos, o argentino que fez história na Itália está na diretora do clube, que ele fez parte durante 19 anos. A aposentadoria aconteceu em 2014. O jogador defensivo também foi importante para a sua Seleção, sendo que estreou em 1994.

Entre os títulos pela Inter, ele tem a Copa UEFA, a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes. Além dos nacionais. Já pela Argentina, tem os Jogos Olímpicos e o Pan-Americano. Está na “Seleção da Argentina de Todos os Tempos”, montada em 2016. 

5 – Paolo Maldini (Camisa 3 do Milan)

Assim como Zanetti, o Maldini tem uma história parecida: conseguiu aposentar a camisa de um dos maiores clubes da Itália. E a camisa 3 só poderá ser usada por algum herdeiro dele. O italiano tem 52 anos hoje e está aposentado atuando na parte administrativa do futebol.

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Uma curiosidade é que ele estreou no Milan ainda na juventude, em 1978 e permaneceu no clube até se aposentar, em 2009. Por isso, é um ícone do esporte italiano e do clube. Também jogou pela Itália entre 1988 e 2002. Tem histórico familiar no futebol. 

Foi o melhor jogador do mundo pela FIFA em 1995. Acumula 902 partidas pelo Milan e 26 troféus ao todo dentro de 25 anos de carreira. Também detém a marca de gol mais rápido de uma final de Liga dos Campeões. Franco Baresi também aposentou a camisa (6) do Milan.

4 – Johan Cruyff (Camisa 14 do Ajax)

Essa é uma história curiosa porque o Ajax só decidiu aposentar a camisa do atleta muitos anos após ele se aposentar. Ou seja, isso aconteceu em 2007, quando o jogador completou 60 anos de vida. Curiosamente, ele teve 2 passagens pelo Ajax, sendo o seu primeiro clube profissional. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Isso aconteceu em 1964, quando ele ficou até 1973. Depois, rodou entre Barcelona e outros grandes clubes até voltar ao Ajax em 1981. A aposentadoria da camisa se faz justa quando a gente considera que ele nasceu no Ajax, desde os juvenis. 

Pelo clube, ele venceu vários campeonatos nacionais, além de 3 Ligas dos Campeões, uma Supercopa da UEFA e uma Copa Intercontinental. Mais tarde, como técnico, ainda venceu a Copa dos Países Baixos e a Taça dos Clubes Vencedores pelo Ajax. 

3 – Gianfranco Zola (Camisa 25 do Chelsea)

Primeiro que não é fácil aposentar uma camisa do Chelsea, um dos clubes mais tradicionais da Inglaterra. Depois, que Zola é um nome de muito respeito onde é citado. E uma última curiosidade é que essa é uma história recente, que termina em 2003. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

Aliás, tem outro detalhe, o Chelsea nunca chegou a falar sobre a aposentadoria da camisa. No entanto, há uma recomendação para que ninguém use o número do ídolo. Antes de ir para o Chelsea, ele jogou pelo Napoli e Parma. 

Mas, foi no Chelsea que ele conseguiu marcar a sua história, sendo que venceu a Recopa Europeia, a Supercopa da UEFA, a Copa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa e a Supercopa da Inglaterra. Foi considerado o melhor jogador do clube entre 1999 e 2003.

2 – Diego Maradona (Camisa 10 do Napoli)

Um dos maiores craques de todos os tempos, vencedor de Copa do Mundo e que marcou gerações dentro e fora de campo, Diego Maradona teve uma linda história contada no Napoli, da Itália. Inclusive, o clube optou por aposentar a camisa 10 que o baixinho vestiu. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

No Napoli, ele ficou entre 1984 e 1991, sendo que foi contratado vindo do Barcelona, da Espanha. Uma curiosidade é que essa equipe sempre foi tradicional, porém, não tinha muita representatividade no futebol internacional. Com Maradona, isso mudou.

Na época, na primeira temporada dele lá, o clube ficou apenas na 8ª posição do nacional. Só que isso representou apenas 10 pontos atrás do campeão, o Verona. A partir disso, vieram vários títulos, como o primeiro intercontinental do clube, a Copa UEFA.  

1 – Pelé (Camisa 10 do New York Cosmos)

O maior jogador de todos os tempos também aposentou uma camisa e foi do New York Cosmos. Em 1975, o Rei trocou o Santos pelo clube norte-americano e a passagem dele por lá rendeu essa história, sendo eternizado como o camisa 10 do clube. 

Conheça 10 jogadores que aposentaram camisas em seus clubes
Foto: (reprodução/internet)

A curiosidade é que ele chegou a se aposentar pelo Santos em 1974. No entanto, voltou atrás ao assinar o contrato com o Cosmos. Os valores até hoje são desconhecidos. Mas, ele já chegou a falar em US$ 1 milhão por 7 anos de contrato

A estreia foi em 15 de junho contra o Dallas. No clube, ele fez 37 gols e deu 30 assistências. Sendo que com ele em campo, alguns outros recordes foram quebrados, como o número de torcedores presentes, o recorde de público da liga e até mesmo da América do Norte. 

Aposentadoria de camisas nas Seleções

Uma curiosidade é que a Argentina também aposentou a camisa 10 do Maradona e Camarões a camisa 17 do Foé, ambos citados acima. No entanto, a FIFA obriga que os países tenham ordem numérica e isso inclui tais números. Assim, para manter a tradição essas seleções só abdicam da numeração em jogos amistosos.