ULTRAMARATONAS – Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo

Atualmente, o ciclismo está na moda. A modalidade tem força em Jogos Olímpicos e mundiais. Além disso, tem variações como com a BMX, a mountain bike e até mesmo o ciclismo mais tradicional. Porém, quando se fala em maratona, a conversa muda de tom.

E muda de tom porque são provas que não exigem apenas velocidade e explosão, mas tem a ver com longa duração, condicionado físico e muito treinamento mesmo. Para entender, saiba que uma prova de velocidade tem 4 Km e na maratona dá para pensar em mais de 5.000 Km.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

As provas ultramaratonas de ciclismo

Ainda para fins comparativos, vamos lá. Existem as provas individuais contra o relógio ou por equipes, além daquelas que são por etapas. Já quando se fala em percurso mais longo, temos as provas de um dia, que variam de 60 Km até 280 Km e variam em categorias.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Um dos percursos mais conhecidos é o de Paris a Roubaix e tem ainda o de Milão até Sanremo. Aí vem a ultramaratona, que são provas de única etapa e que com distâncias bem maiores. Geralmente, os percursos duram dias.

Uma das mais conhecidas, que vamos citar abaixo, é a RAAM, nos Estados Unidos. Assim, o que se exige desses esportistas tem a ver com vários tipos de especialidade. Além de ser velocista, ele deve ser escalador, o que permite subir em montanhas também. 

8 – The Death Ride (Estados Unidos)

Vamos começar com uma corrida que tem um nome bem medonho. É comparada ao Tour dos Alpes, na Califórnia. O percurso tem apenas 210 Km e o ciclista faz isso entre descidas e subidas. A escalada fica em 4 mil metros para cima.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O evento ainda inclui 5 passagens em montanhas que chegam a 8 mil metros de altitude. O cenário é o que faz tudo valer a pena. Porém, a dor vai ficar na memória por algum tempo. É uma das corridas de bicicleta de longa duração que mais fazem pessoas desistirem. 

7 – Cent Cols Challenge (Europa)

É uma corrida de bicicleta que é bem limitada apenas a 30 pilotos em um mesmo evento. Então, é preciso estar muito bem indicado para fazer parte desse pelotão de elite. Para quem gosta de sentir dor, é a melhor prova que exista. Ou quase isso.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O motivo é que o percurso começa em Dolomitas (Itália) e vai até Pirinéus (França). Parece simples, mas isso quer dizer algo como subir praticamente 100 montanhas das mais duras do mundo em apenas 10 dias. Será possível? É, no mínimo, uma experiência única. 

6 – La Ruta de los Conquistadores (Costa Rica)

É uma prova de mountain bike temida devido à grande dificuldade que representa. Isso porque o percurso atravessa a terra americana e passa pelos Oceanos Pacífico e Atlântico. Se há uma vantagem é que a prova começa e termina na praia, mas não se engane. 

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O terreno tem mais de 29 mil metros de escalada. O nome da prova também é bacana porque remete a história, já que tem a ver com a conquista dos espanhóis há mais de um século. Curiosamente, eles levaram 20 anos para fazer o trajeto todo em um primeiro momento. 

O percurso passa por 5 montanhas e o ciclista tem que escalar um vulcão também, que fica acima de 3,6 mil metros de altitude. Além disso, no meio do caminho há selvas, florestas tropicais, desfiladeiros e tudo isso não dura menos do que 3 dias para os mais profissionais. 

5 – Ultramaratona Trans Pyr (Espanha)

É um percurso que começa na costa do Mar Mediterrâneo e vai até o outro lado da Espanha. E sabe quanto tempo isso dura, amigo? Em torno de 8 dias. Tudo acontece em San Sebastian e o local só é aconselhável para mountain bikers experientes, viu. O trajeto tem amis de 820 Km. 

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O caminho também não é dos mais fáceis, não. Ao contrário, ele é bem acidentado ao longo da região do Pirinéus, sendo que possui uns 20 mil metros de escalada. Se você não entendeu esse número, considere ser o mesmo que escalar o Monte Whitney (Califórnia) por 4 vezes.

Se você acha que tem fôlego para tudo isso, saiba que no site oficial do evento dá para saber mais informações. Por lá, dá para saber sobre a Big Raid MTB, como é chamada essa prova. 

4 – Race Across America (Estados Unidos)

Essa é uma prova que é muito complexa mesmo e eles se orgulham disso, viu. E se você não se recorda desse nome, tudo bem. Saiba que o apelido mais conhecido para ela é RAAM. O total de percurso é de quase 5 mil Km, indo de Oceaniside (Califórnia) até Annapolis (Maryland).

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Para meios comparativos, o Tour de France é visto o mais complicado de todos. Só que o RAAM tem 1.600 Km a mais, acredita? Assim, os vencedores comemoram demais, sem contar que completam a prova em dias. Dias? É isso mesmo. 

Tanto é que eles não são obrigados a dormir. Porém, só faça isso se você estiver treinado para tal ação, hein. Os principais competidores, que são ultramaratonistas, acabam optando por dormir apenas 2 horas por dia para não perder tempo. 

3 – Tour de France (França)

Independentemente do que você ache ou pense, em todo o mundo, esse é o tour que é considerado o mais complicado para os ciclistas. Ao menos, é uma ideia popular que gente do mundo todo tem em comum. E aqui há uma curiosidade: a velocidade da prova.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

É isso mesmo. As outras provas que citamos aqui possuem uma espécie de tempo estabelecido, certo? Contando dias e dias de corrida. Assim, a velocidade média de uns Km/h é considerada ótima. E isso se soma em 21 dias de prova

Ou seja, é um tipo de prova e tour somente para os ultramaratonistas e muito bem treinados, viu. Sem contar que o último ciclista tem o objetivo de terminar dentro de um tempo dentro do que o campeão conseguiu. Quem perde o pelotão, acaba perdendo a prova também. 

2 – The Iditarod Invitational (Estados Unidos)

Para muita gente que estuda o ciclismo, parece não haver dúvidas de que essa é a corrida mais complicada do mundo. Ela não é a mais longa, não. Também não é a mais íngreme, com escaladas impossíveis. Porém, tem uma trilha que assusta. 

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

É chamada de trilha de Anchorage e fica no Alaska. Além disso, não tem um percurso definido sempre. Os pilotos podem fazer o caminho que desejarem. Inclusive, podendo ser de bicicleta, de ski ou até mesmo a pé. Até aqui, só 42 pessoas tiveram êxito nessa aventura. 

A dificuldade principal está nas condições climáticas, que geralmente é bem extrema. O resultado são trilhas bem difíceis de serem reconhecidas. As temperaturas podem ficar abaixo de 30 graus e o próprio evento diz que “não é um evento para todos””

1 – The Divide Tour (Canadá e Estados Unidos)

Também chamado de Grand Tour de Mountain Bike, essa prova é bem diferente da RAAM, que já citamos aqui no texto. O motivo é um só: os participantes não podem contar com o apoio de veículos para conseguirem percorrer os 4.450 Km.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Estamos falando sobre uma corrida autossuficiente que vai da fronteira em Banff (Canadá) até Antelope Wells (Novo México). O percurso sobre mais de 60 mil metros na vertical passando por Montana, Wyoming, Colorado, Novo México. O terreno é irregular. 

O mais legal de tudo é que essa é uma das poucas provas que temos aqui nesse texto que não cobra a taxa de inscrição dos participantes. Porém, também não oferece medalhas aos participantes. Mas, quem consegue terminar acaba ganhando a melhor sensação da vida. 

Como ser um ciclista ultramaratonista?

É claro que não existe uma regra ou requisito único para falar se você pode ou deve fazer uma ultramaratona. Mas, como deu para notar, não é um tipo de atividade e competição para quem não tem experiência com o ciclismo. Além disso, temos que pensar ainda em habilidades.

ULTRAMARATONAS - Essas 8 competições de ciclismo são as mais complexas do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, são características que mesmo quem não tem deveria treinar para começar a ter. Mas, do que estamos falando, exatamente? Conforme quem já conseguiu fazer uma ou mais dessas corridas super longas, o ideal é ter paciência, boa respiração, condicionamento físico.

Fora isso, o treinamento mental se faz necessário, além do uso de tecnologias e aplicativos durante os treinamentos para simular as provas reais. Estudar o percurso, o pace, a bike, tudo isso faz parte da rotina de treinos do ultramaratonista. 

Os aplicativos para ciclistas

Só para terminar de vez o artigo, saiba que há vários bons apps que são usados por ciclistas profissionais hoje em dia, especialmente durante os treinamentos. Alguns deles são Fitness Ar, Endomondo, Zwit, Komoot, Rain Alarm, My Virtual Mission, Strava, Windfinder, Training Peaks. 

Lembrando que alguns deles são pagos e não permitem download gratuito. Portanto, vale muito a pena estudar essas tecnologias antes de baixar e usar, independente do seu celular.