Descubra porque o Falcão é conhecido como o Rei do Drible

O Falcão é um jogador de futsal brasileiro que foi considerado o Rei do Drible por 5 vezes consecutivas e, curiosamente, o título parece ser incontestável. Até porque sua história dentro de competições, inclusive com a seleção, nos mostra que ele é craque com a bola no pé.

Mas os títulos vieram porque, desde 2016, há uma competição no Brasil que considera o “Rei do Drible” e ele venceu todas as edições até aqui, sendo um forte concorrente para a próxima também. Abaixo, a gente vai explicar em detalhes como funciona o evento e quem é o Falcão.

Foto: (reprodução/internet)

Quem é o Falcão do futsal

Alessandro Rosa Vieira, esse é o nome oficial dele. Mas, dentro das quadras, Falcão basta. Ele é um jogador de futsal que tem 43 anos e atualmente só participa de eventos comemorativos. Mas, enquanto jogou como profissional, ele acumulou uma carreira de prêmios. 

Foto: (reprodução/internet)

Atuava como ala da Seleção Brasileira. Hoje, além dos eventos comemorativos de futsal, também participa do Futebol 7, pelo Grêmio. O Futebol 7, Fut 7 ou Futebol Society é uma variação do futebol de campo, que acontece em uma quadra com grama sintética.

Só que a história do Falcão ainda é muito recente nessa modalidade do futebol. Hoje, ele ainda é conhecido como o maior jogador de futsal de todos os tempos. E nos próximos tópicos, a gente vai provar os motivos para isso. Continue lendo para descobrir. 

As conquistas do Falcão no futsal

Entre as principais conquistas do ídolo brasileiro, ele tem o ouro do Pan-Americano do Rio, é bicampeão mundial com a seleção do seu país e tem mais 4 bolas de ouro pela FIFA. Aos 39 anos, conseguiu levar para casa a Copa Intercontinental de Futsal.

Foto: (reprodução/internet)

Além dos títulos, ele foi escolhido para inaugurar a Calçada da Fama do Maracanãzinho. Curiosamente, é considerado o futebolista mais artilheiro do mundo entre todas as seleções, isso considerando o futebol de campo, de areia e o futsal, por exemplo.

A meta foi batida em 2012, quando ele marcou o seu 337º gol pela seleção brasileira. 

Os títulos de Falcão no Futsal

Dentro do futsal mundial, Falcão tem todo tipo de título que você imaginar. Por exemplo, Copa Intercontinental, Supercopa do Brasil, Copa Libertadores, Sul-Americano, Liga Futsal, Taça Brasil, Superliga, Campeonato Catarinense, Paulista, Mineiro, Copa Sul, Jogos Abertos.

Foto: (reprodução/internet)

Pela seleção, ele soma mundiais, Grand Prix, Pan-Americano, Sul-Americano, Copa América, Mundialito, Copa das Nações, Copa Latina, Copa Internacional, Torneio Tigers, Torneio do Egito, Torneio da Tailândia, Torneio da Malásia.

Há ainda os prêmios individuais, dos quais já mencionamos alguns acima, além das honrarias.

Quem foi o Falcão no futsal

Além de tudo o que falamos, talvez você ainda não saiba do começo de vida do pequeno Falcão ou dos clubes que ele já passou. Então, vamos lá. Na juventude, ele jogou pelo Guapira e Corinthians. Sendo que se profissionalizou no timão mesmo, em 1993.

Foto: (reprodução/internet)

Mais tarde, ainda passaria por outros grandes clubes do país, como Atlético Mineiro, Jaraguá, São Paulo, Santos, Orlândia, Magnus, Madureira, Vasco e foi até para a índia, jogar o Chennai 5s. Pela seleção, atuou entre os anos de 1998 e 2018.

E sobre o início de carreira, ele começou com 12 anos, sendo federado aos 13 anos sem ter jogado antes em qualquer escolinha de futebol. A carreira no futsal, portanto, parte do Guapira, em 1991, em São Paulo (SP). 

A aposentadoria de Falcão no futsal

A última partida do Falcão pelo futsal profissional foi em dezembro de 2018. Isso aconteceu no jogo entre o seu clube que era o atual, o Sorocaba e o Corinthians, que acabou saindo o campeão do torneio.

Foto: (reprodução/internet)

Isso porque 4 anos antes ele acabou chegado a 10ª final consecutiva da Liga Futsal, sendo que já havia vencido 5 torneios desse e se igualou a jogadores de futebol de campo, como Pelé e Pepe, sendo um dos poucos a conquistar títulos nacionais por 5 vezes ou mais.

Em 2017, ele havia feito o último jogo pela Seleção, contra a Colômbia, sendo que marcou gol, o último com a camisa amarela. Mais tarde, com a mudança de treinadores, acreditava-se que ele voltaria a jogar pelo Brasil, mas isso só aconteceu em um amistoso.

É o melhor jogador de futsal do mundo?

Com 4 troféus de melhor jogado de futsal do mundo dado pela FIFA, Falcão teria tudo para ser o melhor do mundo e de todos os tempos, mas não é. Isso porque Ricardinho, que é um português, tem mais títulos do que ele.

Foto: (reprodução/internet)

Ricardinho tem 6 premiações da FIFA, além de ter sido o melhor jogador da F-League e o melhor jogador do campeonato europeu de futsal por duas vezes. O português passou por clubes do seu país, além do Japão, da Rússia e da Espanha. 

Atualmente, ele é um jogador do Inter Motivstar, da Espanha, onde está desde 2013. Canhoto, número 10 dos seus clubes, ele tem atualmente 35 anos. Logo, ao que tudo indica, ainda tem grandes chances de bater novos recordes, já que deve jogar por mais alguns anos.

O Falcão em outras modalidades

Um fato curioso é que ele foi um jogador que passou por várias vezes por modalidades diferentes dentro do futebol e já vamos explicar isso. Se ele fez fama no futsal, considere que hoje joga o futebol society. E é considerado o rei do drible, no futebol freestyle.

Foto: (reprodução/internet)

Só que nesse meio tempo, ele também passou por vários grandes clubes do futebol de campo. E isso vem desde 1991, quando chegou a jogar pelo Corinthians durante alguns meses. Em 2001, aos 23 anos, jogou pelo Palmeiras, também no futebol de campo.

Passou ainda por clubes como Portuguesa e São Paulo, sendo essa última tentativa em 2005. No entanto, ele só fez uma única partida, contra o Mogi Mirim. Ele ficou por 6 meses nesse último clube, mas não resistiu e retornou as quadras.

O evento Rei do Drible

O torneio acontece em uma quadra que foi desenhada justamente para esse tipo de evento. Obviamente, o intuito é permitir que regras sejam adaptadas e que dribles contem mais do que gols. A quadra fica em um formato de 4×4, sendo que os dois times possuem goleiros.

Foto: (reprodução/internet)

A partida acontece em dois tempos de 10 minutos cada, com a ideia de manter o cronometro parado quando a bola sai de quadra, como acontece no basquete e no futsal. O evento mistura o futsal, o futebol de campo e o futebol freestyle.

E é verdade que dribles valem mais do que gols? É verdade. Tanto é que aqueles dribles que mais conhecemos, como é o caso da caneta, da meia-lua e do chapéu, valem do dobro de pontos de um único gol. Ah e quem dá o drible e faz o gol ainda leva um combo de 4 pontos.

A individualidade

Nas 5 edições que já existiram desse evento, todas as vezes, a equipe do Falcão foi a campeã. Só que além dos prêmios coletivos, saiba que há momentos em que é possível fazer um embate individualizado também. Assim, é uma espécie de 1×1 que acontece.

Foto: (reprodução/internet)

E isso acontece no meio da partida mesmo. Além disso, faltas sempre são cobradas no estilo shoot out, quando o jogador vai de encontro ao goleiro com o objetivo de driblar ele e fazer o gol. Das 5 edições, considere o Falcão também venceu 3 vezes no prêmio individual.

Vale mencionar que esse é um evento competitivo, mas muito mais focado no entretenimento, já que não há fins de pontuações em rankings, por exemplo. Ainda assim, isso só faz com que o atleta seja cada vez mais amado no seu país de origem, o Brasil.

É uma competição freestyle?

Aqui vale mencionar uma curiosidade. Esse evento que citamos, do qual o Falcão venceu várias vezes, não é focado em uma única modalidade. Portanto, ele tem elementos do freestyle, mas não é apenas de freestyle. Já que conta com gols e técnicas do futsal e futebol de campo.

Foto: (reprodução/internet)

Por outro lado, há sim campeonatos focados no futebol freestyle, como é o caso do F3 World Tour, que aconteceu entre 2011 e 2014. Já os Superball aconteceram desde 2011 e foi até 2017. E teve ainda o Red Bull Street Style acontece desde 2008 e até 2016.

Assim sendo, entre os campeões, nós temos jogadores de vários países, como Polônia, França, Japão, África do Sul, Brasil, Argentina, Grã-Bretanha, Noruega, Colômbia, Suécia, entre outros países que amam esse tipo de evento.

A Amandinha

Na próxima edição, que vai acontece rem 2021, mas pode ter a data alterada devido à pandemia, uma novidade é a inclusão das Rainhas do Drible, além dos Reis. Assim, o principal nome que surgiu é o da Amandinha. 

A brasileira atua pelo Leoas da Serra, de Santa Catarina e foi eleita a melhor jogador de futsal do mundo entre os anos de 2014 e 2020. Além disso, ela levou todos os títulos da sua modalidade pelo seu clube, sendo campeã em 3 oportunidades e tem uma Copa América.