Bodybuilding – conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade

Com a ascensão desse esporte, muita gente tem confundindo alguns conceitos. Só que na verdade é muito bem entender como tudo funciona. Bobybuilding é o nome dado a prática que se tem, através de exercícios e alimentação, para moldar a estética do corpo. 

E para isso existe o fisiculturismo. O que seria o fisiculturismo? É nada mais e nada menos do que o uso progressivo e constante de treinamento físico para desenvolver a musculatura do corpo pensando em fins estéticos. E a prática é atual e ganhou novas modalidades. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

9 – Fisiculturismo Tradicional

É o fisiculturismo mais conhecido de todos, também chamado de competição de bodybuilding. Nesse caso, os avaliadores observam a quantidade elevada de massa muscular, a definição e a profundidade dos músculos. Além disso, avaliam harmonia e simetria do corpo.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Há algumas curiosidades. Por exemplo, o uso de tatuagens não é proibido. No entanto, podem dificultar a visualização dos músculos, o que é ruim para o competidor. Na atualidade, a modalidade se divide por idade, sendo que há os juvenis, seniors e másters. 

Para participar do dia da prova, os atletas devem estar vestindo sungas ou biquínis, sendo que essas peças devem ser na cor sólida, isentas de brilhos, limpas e com números dos competidores na parte frontal. 

8 – Fisiculturismo Clássico

É aquele esporte onde os atletas almejam as vertentes do corpo atlético dos séculos passados – por isso, a ideia de clássico. Sendo assim, a ideia é que os corpos possuam pequenas quantidades de massa muscular, porém, de forma totalmente assimétrica e harmoniosa. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Nessa prova, os árbitros avaliam a qualidade muscular, a proporção entre tronco e membros, a condição física, a densidade muscular, o baixo índice de gordura no corpo e a simetria. As categorias podem variar conforme a altura do competidor ou da competidora. 

E nesse tipo de avaliação, os atletas precisam estar apenas de sungas ou biquínis. 

7 – Men’s Physique

Como o nome sugere, essa é uma categoria focada no público masculino. A ideia é mostrar a beleza dos competidores, levando em conta o exemplo das capas de revistas da área fitness. Ou seja, estamos falando de algo que se liga ao conceito padrão de “beleza global”. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

E nisso se enquadra a musculatura, a beleza facial e a definição do corpo. Logo, os competidores podem usar bermudas, ao passo que a muscula das coxas não é avaliada. Mas, da panturrilha sim. Os árbitros avaliam assimetria, beleza, definição e apresentação. 

As categorias se dividem entre as idades, contando com os juvenis, os másters, os seniors. Há ainda competições que se dividem pela estatura.

6 – Fitness Coreográfico

Essa talvez seja a modalidade entre os homens que mais está ganhando mercado. Isso porque a ideia é mostrar o físico e fazer rodadas coreografadas, ou seja, com apresentação artística. Logo, os árbitros avaliam as linhas gerais dos atletas e a apresentação. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, além de fazer musculação para ter um físico atlético, eles também devem se envolver com treinamentos para tal categoria, o que pode incluir, por exemplo, músicas. É uma espécie de apresentação com movimentos, como se fosse uma ginástica, sabe?

Aliás, essa é uma das poucas modalidades onde eles podem usar alguns acessórios, desde que sejam pequenos e não atrapalhem a avaliação dos jurados. No fim das contas, é a soma de pontos que vai mostrar o vencedor. As categorias são de sênior, juvenil e infantil. 

5 – Bodyshape

Mais uma das modalidades do fisiculturismo é o bodyshape, que também tem um nome sugestivo. É uma ideia parecida com a do Men’s Physique, porém, com uma pequena diferença: na vestimenta e na avaliação.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Vamos lá: as poses são as mesmas. O que muda é que os atletas devem usar sungas já que as coxas são avaliadas. Além disso, a avaliação passa pela simetria corporal, presença de palco, definição dos músculos e o volume deles. 

4 – Bikini Fitness

E como tem uma categoria só para homens, também seria justo criar uma só para mulheres, certo? O Bikini Fitness é uma representação disso. A ideia é formar uma categoria com a menor quantidade de músculos do que as outras. Porém, com tônus e beleza. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, ainda que em menores quantidades, os músculos devem estar bem definidos. Sem contar que a beleza conta muito. É vista como uma das modalidades que mais atraem competidoras nos dias atuais. São as possíveis “capas de revistas”. 

Assim, busca-se beleza facial, de identidade, curvas e simpatia. As competidoras devem usar biquínis e salto-alto. As categorias mudam conforme a altura das atletas. 

3 – Wellness Fitness

Agora outra modalidade para elas. Qual seria a ideia do Wellness? É uma competição destinada as mulheres que buscam um maior volume muscular. Assim, elas possuem mais músculos do que as competidoras do Bikini Fitness.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

E tem mais um detalhe: geralmente, elas focam em músculos das pernas, o que acaba sendo um pouco desproporcional do ponto de vista do público. Ainda assim, os jurados avaliam simetria, beleza facial, penteado, condições da pele e apresentação para o público. 

Usa-se biquínis e salto-alto, enquanto que a definição das categorias se dá por altura ou por idade, o que vai depender da prova. 

2 – Bodyfitness

É uma modalidade que também recebe o nome de body muscle. E isso diz muito, não é mesmo? É bem próximo da Wellness que citamos acima, com a diferença de que exige ainda mais força muscular em todos os membros do corpo e não apenas pernas. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Também é uma opção que tem ganhado muito espaço nos dias atuais. O restante é parecido: biquínis e salto-alto, categorias por idade ou estatura e as avaliações consideram simetria, simpatia, definição e densidade. 

1 – Women’s Physique

Agora, não é porque já temos várias modalidades femininas, que aquela do Physique não chegaria até elas, certo? Essa opção é exatamente igual ao dos homens, sendo que o que muda é que são competidoras do sexo feminino. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, as competidoras devem fazer poses para apresentar todos os músculos do corpo, que devem estar fortes e bem definidos. Geralmente, as poses são as mesmas do fisiculturismo clássico, que mostram os bíceps, o peito, os tríceps. 

Além da aparência física e do tônus, elas também são avaliadas conforme o “arredondamento” dos músculos. E ter pouca gordura corporal é importante. 

Os campeonatos internacionais de bodybuilding

Atualmente, quase todos os países criam competições nacionais e regionais para eleger os seus competidores que vão aos campeonatos internacionais, que considera as seleções do mundo todo. E esses torneios entre países movimentam milhões de dólares.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Mas, claro que não é somente isso, né. O fato é que participar de uma competição internacional de bodybuilding é o sonho da maioria dos atletas do fisiculturismo. Por isso, abaixo, você vai conhecer as principais competições desse nível, sendo que são 3.

Mr. Olympia

É considerado o maior evento do fisiculturismo mundial, sendo pioneiro também. a competição é organizada pela Federação Internacional de Bodybuilding e Fitness (IFBB), que existe desde 1965.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Para participar desse torneio é preciso ter vencido uma das edições da competição ou estar entre os 6 mais indicados do mundo, ter sido um dos finalistas da Arnold Classic (vamos explicar abaixo), estar entre os finalistas do Nova York Homens Profissionais.

Ou seja, se você está em uma dessas posições desses outros campeonatos pode participar desse maior evento. Aliás, se você ficou bem posicionado em qualquer evento organizado pela IFBB, com certeza, terá chance de participar do My. Olympia, que é uma espécie de mundial.

IFBB Mr. America

Essa é uma competição tradicional também, que funciona no mesmo formato que a Mr. Olympia. A diferença é que acaba sendo uma espécie de Eliminatórias para a Copa do Mundo, sabe? Ou seja, um treino estágio para quem vai para a Mr. Olympia. 

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

O evento acontece desde 1939 e foi iniciada pela AAU (Associação Atlética Amadora), sendo chamada de Sr. América. Atualmente, desde 1949, a IFBB tem a Mr. America, sendo a mais importante, já que a AUU interrompeu o Sr. America em 1999.

Arnold Classic

O último grande evento que você vai querer conhecer é o Arnold Classic, que não tem esse nome por acaso, né? Ele vem do Arnold Schawarzenegger, que é uma lenda viva do esporte. A competição acontece anualmente em Ohio, nos Estados Unidos.

Bodybuilding - conheça todas as 9 modalidades de fisiculturismo da atualidade
Foto: (reprodução/internet)

Assim, é o próprio ator que faz a entrega do prêmio. É uma espécie de rival do Mr. Olympia, sendo que também possui várias modalidades e categorias do esporte. O prêmio para o vencedor é um cheque de US$ 130 mil, um carro Hummer e um relógio Piguet. 

Curiosidade – fisiculturismo natural

A expressão tem sido muito falada, mas ainda gera dúvidas. O fisiculturismo natural foi criado no início dos anos de 1990 e reuni homens e mulheres que querem melhorar o corpo, mas sem o uso de anabolizantes ou hormônios.

Para muitos especialistas, esse foi um nome inventado para valorizar as competições ligadas a ele. No entanto, o que se sabe é que as competições e as modalidades citadas acima também não permitem o uso de “substâncias proibidas” hoje em dia.