Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?

Seja por motivos financeiros, por isolamento social ou por falta de tempo. A verdade é que hoje em dia a ideia de treinar de casa se tornou uma realidade na vida de muita gente e no mundo todo. Porém, algumas dúvidas surgem: qual é o melhor tipo de treino para emagrecer?

A partir dessa questão surgem alguns termos que começam a ser compreendidos até mesmo por quem nunca fez questão de entender: treinos funcionais, exercícios aeróbicos e musculação. Mas, será que você sabe tudo sobre cada um deles? Veja as diferenças.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

O gasto calórico

Antes de começar a explicar cada uma dessas três atividades, a gente só quer abrir um campo para falar que a ideia do gasto calórico faz todo sentido para quem quer perder peso.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, as variações podem ser significativas dependendo de pessoa para pessoa. Isso porque o gasto calórico vai depender não apenas do tipo de exercício como também do peso e da altura da pessoa, além da idade e do nível de condicionamento.

1 – O exercício aeróbico

Geralmente, esse tipo de exercício é muito usado por pessoas que querem ter uma maior queima calórica, ou seja, que buscam o emagrecimento. Isso porque ele acaba focando em um condicionamento físico mais intenso.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

A conta é simples. Tanto durante o exercício físico como após ele, a pessoa consegue perder gordura, já que o organismo metaboliza a gordura através do consumo da atividade. E para o metabolismo funcionar, o aeróbico deve ser feito 2 vezes por semana, pelo menos.

Uma das melhores notícias sobre aeróbicos é que eles podem ser praticados apenas com o peso do corpo e de vários lugares, como em casa, em praças, em parques, em clubes, nas ruas, em academias, etc.

Os tipos de exercícios aeróbicos

E se você está com dúvidas sobre quais são esses tipos de exercícios, considere ser aqueles que envolvem, especialmente, a parte cardiorrespiratória das pessoas, como caminhadas, corridas, bicicletas, natação, entre outros.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

Uma curiosidade sobre eles é que sempre são recomendados para as pessoas que precisam fazer quase todo tipo de tratamento de doenças. Isso vale para doenças mentais, doenças do coração e até mesmo as doenças que tem a ver com a obesidade.

Conforme os órgãos internacionais de saúde, a prática de 30 minutos de atividades aeróbicas diária pode trazer benefícios incontáveis para a vida das pessoas.

2 – A musculação

Enquanto isso, a musculação costuma ter um foco principal vindo da definição de músculos. Ou seja, ainda que tenha todos os propósitos da saúde envolvidos, acaba sendo mais indicada para quem busca o lado estético, através da hipertrofia e fortalecimento muscular.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

No caso do treinamento resistido, que é o nome dado à musculação, considere que também é possível queimar calorias. No entanto, isso vai depender da intensidade com que os exercícios são feitos.

O mais curioso de tudo é que quem busca a ideia estética também pode fazer aeróbicos. Mas, com cuidados. Afinal, é através do fim da de carboidratos que o organismo transforma a proteína em glicose. E perder proteínas não é legal para quem quer definir a musculatura.

Os tipos de treinos de musculação

Quando se fala de musculação, a gente inevitavelmente acaba falando sobre exercícios de força. Por isso, dá para treinar usando o peso do corpo ou com algum acréscimo de peso. De todo modo, os tipos variam entre treinos de braço, de perna e outras partes do corpo.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

E tem mais uma coisa: há uma grande diferença entre pegar mais peso ou fazer mais repetições, por exemplo. Ambos exercícios podem ser treinos de musculação, mas com objetivos diferentes. Um visa a estética e o outro, o condicionamento.

3 – O treinamento funcional

Se você entendeu a parte do exercício aeróbico e da musculação, vai ficar fácil saber como o treinamento funciona. Isso porque ele é uma união da musculação com aeróbicos. Assim, cria-se treinos ou circuitos que envolvem o condicionado da musculatura e a perca de calorias.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

O mais legal dos treinos funcionais é que eles são flexíveis. Assim, em um dia dá para ter um treino mais focado em força, em outro mais focado em aeróbicos e em outro focado nos dois juntos. Também dá para alterar entre o tempo, a cadência, a força, a velocidade.

Abaixo, a gente vai falar um pouco mais de um exemplo de treino funcional. Mas, só para que você entenda isso, considere que é possível fazer também uma metade do tempo de treino focado na musculação e a outra parte em aeróbicos.

Os tipos de treinos funcionais

E como fizemos nos tópicos anteriores, considere que aqui também vamos falar um pouco mais sobre os tipos de treinos funcionais que existem hoje. Na verdade, saiba que são muitos os métodos e as técnicas usadas. Mas, os mais famosos se chamam “circuitos”.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

A grande vantagem deles é o fato de ser menos chato do que o convencional. Isso porque são mais dinâmicos, mais lúdicos, mais variáveis do que os aeróbicos ou as academias. Ou seja, ninguém passa muito tempo apenas correndo ou apenas puxando ferro, entendeu

Outra coisa é que ele também permite uma série de vantagens, como os treinos em casa, os treinos coletivos, os treinos online. E depende de padrões de movimentos que são básicos, como puxar, empurrar, arremessar, agachar, levantar, etc. 

Qual o melhor programa de treinos para emagrecer em casa

Agora que a gente tem as definições de cada uma das modalidades esportivas, a gente volta a pergunta inicial do texto. Considere que se o seu foco é unicamente o de emagrecer, com certeza, os treinos aeróbicos são os mais indicados para fazer em casa.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, o que se recomenda é que se faça a prática de ambas as atividades: aeróbicos e musculação. Isso porque só perder peso indica que você poderá estar com os músculos mais enfraquecidos, o que pode resultar em lesões e estruturas internas mais fracas e flácidas. 

Então, se a princípio a sua resposta seria a de treinos aeróbicos, considere que agora, hoje em dia, a grande maioria dos especialistas recomendam os treinos funcionais. Ainda mais quando se fala em fortalecimento do corpo, o que pode vir combinado com emagrecimento também. 

O treino funcional gasta mais calorias?

Agora vem uma pergunta que todo mundo quer saber: mas, será que esse tipo de treino gasta a mesma quantidade ou mais de calorias do que os outros? Se você sabe que os aeróbicos permitem mais perca calórica do que a musculação, vamos para o próximo tópico.

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

Saiba que um exercício funcional em um circuito pode significar o gasto de 800 calorias em uma hora de treino enquanto que em uma corrida, do mesmo tempo, dependendo da intensidade, a pessoa gastaria 700 calorias. Ou seja, são equivalentes. 

E ainda há a questão da prevenção de lesões, que você conhece bem, certo? Assim, resumidamente, acaba sendo uma das melhores opções para quem quer perder peso mais rapidamente e de forma segura também. 

O crossfit como treino funcional

E antes de terminar, a gente também quer comentar um pouco mais do crossfit, que é uma modalidade esportiva que ganhou muita fama nos últimos anos. No entanto, a imagem que se tem é de treinos pesados, intensos, de muita força, certo?

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

Mas, na verdade, o esporte não é assim. Existe sim esse lado competitivo. Porém, é comum que se use o crossfit e os exercícios dele como treino funcional. Ou seja, dá para unir os treinos de crossit com musculação (força) e aeróbicos (tempo, cadência, etc). 

Bons exemplos são aqueles exercícios que são feitos a partir do peso do corpo e exigem muito da musculatura, além de exigirem uma grande capacidade cardiovascular, o que tem a ver com emagrecimento, como é o caso do burpee, do sprawl, do agachamento com salto, etc.

As vantagens do crossfit

E ao citar as vantagens do crossfit, a gente acaba falando um pouco mais dos exercícios funcionais de um modo geral. Leve em conta que eles passaram a ser indicados para quem quer ter ganho de força, de equilíbrio, de condicionamento físico e de agilidade. 

Funcional, aeróbico ou musculação – qual o melhor para emagrecer em casa?
Foto: (reprodução/internet)

Para isso, recomenda-se a prática de 3 a 5 vezes por semana, com uma duração que fique entre 50 minutos e 1 hora cada treino. As vantagens passam pela variação de ambientes, variação de séries e o fato de trabalhar com todas as áreas do corpo.

Ao mesmo tempo, é uma ótima forma de se prevenir de lesões, diferente do aeróbicos isolados. E, além disso, acaba ganhando da musculação por permitir um melhor equilíbrio estético. 

A alimentação também importa

Agora, independente do seu tipo de treino, saiba que a alimentação importa e muito. Em todo caso, o que se recomenda é uma alimentação completa e equilibrada. Ou seja, não estamos falando sobre comer muito e sim sobre comer bem, ok?

É óbvio que o mais legal é você ter um acompanhamento de um nutricionista e de um educador físico. Isso permite que se encontre uma alimentação ideal a partir do treino. Quem faz musculação deve se alimentar diferente de quem só treina aeróbicos, por exemplo.