Neymar, Mbappe, Di Maria, todos para começar – como o PSG se alinhará contra Montpellier

Após a vitória no meio da semana contra o Manchester United, o PSG deve fazer algumas mudanças no retorno à Ligue 1.

O Paris Saint-Germain impressionou na vitória por 3-1 sobre o Manchester United em Old Trafford, na quarta-feira, mas a vitória naquele encontro não selou seu progresso na Liga dos Campeões. O PSG precisa de pelo menos um ponto contra o Istanbul Basaksehir em casa na terça-feira se quiser passar para as oitavas de final.

Depois de fazer todo o trabalho árduo, a equipe de Thomas Tuchel não vai querer jogá-lo fora agora, e isso pode significar que eles estão dispostos a rodar seu time até certo ponto contra o Montpellier na Ligue 1 no sábado.

Foto: reprodução/ internet.

Mudanças táticas

Tuchel deve ter grande parte de sua equipe disponível para a viagem ao Stade de la Mosson. Pablo Sarabia e Mauro Icardi, ausentes do jogo com o Manchester, continuam em dúvida, enquanto Juan Bernat e Julian Draxler continuam excluídos.

Embora seja improvável que Neymar ou Kylian Mbappe estejam descansados, Di Maria, que não jogou um minuto em Old Trafford, pode retornar. Isso pode significar enfraquecer Mbappe jogando centralmente em um sistema 4-2-2-2 ao lado de Moise Kean no ataque ou sozinho em um 4-3-3.

O meio-de-campo também não vai ser o mesmo

Também se esperam mudanças no meio-campo. Idrissa Gueye pode ser chamada de volta à ação depois de jogar apenas alguns minutos no meio da semana. Danilo Pereira seria o candidato óbvio a desistir.

Enquanto isso, na defesa, talvez o único ajuste seja Abdou Diallo, que jogou como lateral-esquerdo no meio da semana, desistindo. Mitchel Bakker é suscetível de entrar para a equipe após uma participação decisiva em que ganhou um canto que Marquinhos fez o gol de empate.

Foto: reprodução/ internet.

Thilo Kehrer também pode ser titular, embora isso dependa da sua forma física após a lesão, enquanto Keylor Navas está a tratar de um problema que o fez desistir algumas vezes entre os jogos da Liga dos Campeões esta temporada.

Enquanto isso, Montpellier não terá mais o atacante Andy Delort, que testou positivo para Covid-19 pela segunda vez em três meses. Já tinha gostado de brincar com os parisienses, mirando principalmente em Leandro Paredes.

Em declarações ao Le Parisien, disse: “O pior do PSG é o Paredes. É incrível como ele fala. Ele insulta a todos em campo. No entanto, seu nome é Paredes. Não Neymar. ”

Veja também: Aprenda a ler mensagens excluídas do WhatsApp

Traduzido e adaptado por equipe Esporte Certo

Fonte: Football Critic