As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League

Você já parou para imaginar até quantos gols dá para fazer em uma única partida de futebol? Em um momento onde o futebol defensivo tem vez, a gente vê jogos com 3 gols como sendo goleadas, não é mesmo? Porém, saiba que houve uma época que se chegava a 10 gols.

É isso mesmo que você acabou de ler: aqui nessa lista, que está em ordem das maiores goleadas de todos os tempos na Champions League, você vai ver que já tivemos um placar largo de 10 a 0. E olha que não foi uma única vez. Aliás, essa nem é a maior goleada, viu. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

8- Manchester United (Inglaterra) 10 x 0 Anderlecht (Bélgica) – 1956

E que tal se a gente começar falando sobre uma goleada de 10 a 0 em plena UEFA? É isso mesmo. E ela aconteceu em 1956, um ano após a criação do evento, que mais tarde se tornaria a maior competição do futebol internacional do mundo. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

Nesse segundo ano de UEFA, durante a fase preliminar, o time inglês fez incríveis 10 gols contra um clube belga. Quem mais marcou foi Viollet, sendo 4 vezes. Depois, o Taylor fez mais 3 gols e o Whalan com 2 marcações. O Berry fechou a lista. 

O jogo aconteceu no Maine Road, na Inglaterra e contou com pouco mais de 43,6 mil pessoas. Curiosamente, saiba que no ano de 2021, o Manchester aplicou uma nova goleada, agora contra o Southampton e chegou a maior goleada da história da Premier League também. 

7- Ipswich Town (Inglaterra) 10 x 0 Floriana FC (Malta) – 1962

A história do Ipswich é bem legal e intensa. O clube inglês foi fundado em 1878 e jogou no amador até 1936. Depois, subiu para a 3ª divisão do campeonato da Inglaterra. Só que na década de 1960 teve muito sucesso, ao vencer a 1ª divisão do campeonato nacional. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

E mais tarde, no ano de 1981, ainda venceu a Copa da Inglaterra e até mesmo a Copa da UEFA. Só que o assunto de agora é para falar da UEFA de 1962, que foi onde aconteceu a maior goleada do clube em jogos profissionais. A vitória sobre o Floriana foi no 1º jogo da competição.

O problema é que logo em seguida, na segunda fase, eles enfrentariam o glorioso Milan, da Itália. E aí não deu para continuar. Com uma derrota por 3 a 0 no primeiro jogo ficou bem complicado se manter na UEFA daquele ano. 

6- Benfica (Portugal) 10 x 0 Stade Dudelange (Luxemburgo) – 1965

Um dos fatos mais legais desse jogo é que ambos os clubes só tinham no elenco titular jogadores de seus países. No caso do Benfica, ele tinha mais sorte por ter ninguém menos do que o Eusébio, que era um artilheiro nato e marcou 4 vezes nesse jogo.

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

Além dele, o José Augusto marcou mais 3. Nesse ano, o Real Madrid (Espanha) foi o campeão. Porém, o Benfica conseguiu marcar história. Primeiro, por ter feito a maior goleada da edição. Depois, porque o Eusébio foi um dos artilheiros, com 7 gols no total. 

Sobre o Benfica, após passar pelo clube de Luxemburgo, ainda passou pelo Levski Sofia, da Bulgária, na outra fase, com uma vitória apertada no jogo de volta por 3 a 2. Já nas quartas não resistiu a força do inglês Manchester United e perdeu por 5 a 1 no jogo de volta. 

5- Leeds United (Inglaterra) 10 x 0 Lyn Oslo (Noruega) – 1969

Nesse ano, o campeão foi o Feyenoord, da Holanda e o vice foi o Celtic, da Escócia. Mas o fato é que a maior goleada da temporada foi do Leeds United. Isso aconteceu na primeira fase, aliás, no primeiro jogo. Já no segundo jogo, a vitória foi mais magra, por 6 a 0.

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

Nesse mesmo ano, a gente teve outra goleada do Feyenoord por 12 a 2 sobre um clube islandês. Mas o fato é que o Leeds passou para a próxima fase e venceu por 3 a 0 em cada jogo contra o húngaro Ferencváros. E também passou pelas quartas.

A vitória foi sobre o Standard de Liége (da Bélgica). Já na semifinal perdeu para o Celtic em ambos os jogos. Só que devido ao número de gols do primeiro jogo, o Mick Jones, do Leeeds, acabou sendo o artilheiro da competição, com um total de 8 gols marcados. 

4- Borussia M’Gladbach (Alemanha) 10 x 0 EPA Larnaca (Chipre) – 1970

A gente tem que dizer que o Larnaca foi uma equipe de futebol que chegou a jogar pela 1ª divisão do futebol do Chipre. Os jogos aconteciam no GSZ Stadium. O clube nasceu em 1930, porém, foi extinto em 1994. Ou seja, ele não existe mais há um tempo. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

Mas o que importa é que deixou parte da sua história na UEFA de 1970. É claro que não foi uma história tão feliz assim. Afinal, o primeiro jogo da primeira fase terminou em 6 a 0 para o Borussia. E o jogo de volta foi a maior goleada da edição, sendo 10 a 0.

Por outro lado, a gente tinha um Borussia super bem estruturado, mas que perdeu logo na segunda fase, nos pênaltis, para o Everton (Inglaterra). Por sua vez, o Borussia ainda está de pé e chegou ao título da UEFA em 1974 e 1978.

3- Ajax (Holanda) 10 x 0 Omonia Nicosia (Chipre) – 1979

O jogo foi em Amsterdan e era válido pela segunda rodada. O Ajax tinha Lerby, que marcou 4 só nesse jogo. Além do Blanker, que marcou mais 3 vezes. Nessa época, a Liga ainda se chamava Taça dos Clubes Campeões Europeus e teve 33 participantes. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

O curioso é que o Omonia chegou a aplicar uma goleada de 6 a 1 no Red Boys Differdange (de Luxemburgo) na primeira fase. Porém, foi nocauteado na segunda, pelo Ajax. Inclusive, essa foi a maior goleada daquele ano. 

E o Ajax conseguiu chegar até a semifinal, só que perdeu o 1º jogo para o Nottingham Forest (da Inglaterra) e mesmo ganhando a partida de volta, por a 1 a 0, acabou ficando fora da grande final. Inclusive, o clube inglês foi o campeão dessa edição. 

2- KR Reykjavlk (Islândia) 2 x 12 Feyenoord (Holanda) – 1969

Se você não acredita nesse resultado, saiba que até o site da UEFA tem os dados lá. Inclusive, saiba que foi um dos jogos que mais teve gols de um mesmo jogador também. O Geels marcou 4 vezes. Depois dele, o Kindvall marcou mais 3. Já o Van Hanegem marcou 2 vezes. 

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

O jogo aconteceu no Stadion Feijenoord – Rotterdam e valia pela primeira rodada. E para quem não se lembra, o Feyenoord foi o primeiro campeão europeu, sendo que foi uma espécie de “rascunho” para que o a gente iria ver na Copa do Mundo de 1974, com a Holanda. 

Nesse mesmo ano, o clube holandês ainda venceu o Milan (Itália) por 2 a 0 pelas oitavas de final e o Celtic (Escócia) por 2 a 1 na final. O time contava com Graafland, Romeijn, Israel, Laseroms, Jansen, Duivenbode, Hasil, van Hanegem, Wery, Kindvall, Moulijn. 

1- Dínamo Bucareste (Romênia) 11 x 0 Crusaders FC (Irlanda do Norte) – 1973

E para fechar a lista a gente tem aqui a maior goleada de todos os tempos da Champions League. Isso se a gente considerar a diferença de gols entre um clube e outro e não o número total de gols feitos, ok?

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

O jogo teve 4 gols do Georgescu e mais 4 do Nunweiller. Depois, o Dinu e o Dumitrache também marcaram. Sendo que o último gol, aos 88, foi contra. E se você nunca ouviu falar desse clube goleador, a gente vai contar um pouco dele. 

Foi fundado em 1948 e passou a história toda na Liga I do futebol romeno. Tem 18 títulos nacionais, 13 taças e 2 supertaças. Foi o primeiro time romeno a chegar nas semifinais da Champions League, na temporada de 1983-1984.

A maior goleada da modernidade

Se você viu, entendeu e até gostou dessas goleadas ótimo. Mas saiba que todas elas são bem antigas, não é mesmo? Todas estão lá no começo da UEFA e até meados da década de 70. Então, que tal se a gente relembrar aqui um jogo bem mais recente?

As maiores goleadas de todos os tempos na Champions League
Foto: (reprodução/internet)

Aliás, essa deve ser a goleada mais significativa dos últimos anos. Na temporada de 2019/2020, o incrível Barcelona (Espanha) levou 8 gols do Bayern de Munique (Alemanha). E só marcou 2 vezes. Ou seja, esse 8 a 2 aí entrou para a história até porque foram 10 gols em 90 minutos, o que é demais, não é?

O maior artilheiro da Champions League

Agora, depois de ver sobre tantos gols em um único jogo, que tal se a gente for atrás do jogador que mais marcou nesse campeonato? A gente tem uma lista aqui que é muito atualizada e traz os principais nomes dos goleadores dessa competição. 

Só que a maioria deles jogou apenas os jogos modernos da Liga dos Campeões, como o Cristiano Ronaldo (131 gols), o Messi (118 gols), o Raúl Gonzalez (71 gols), o Robert Lewandowski (70 gols), o Karim Benzema (67 gols) e o Van Nistelrooy (60 gols).