Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda

Antes, a modalidade era vista como esporte de aposentados do futebol. Depois, como esporte de quem ama a praia. Hoje, o futevôlei agrada a todos e pode ser praticado em qualquer lugar, desde em uma quadra de areia e com duplas se enfrentando. 

No Brasil, ele já foi chamado de esporte de verão. Ganhou fama por ter sido apresentado por jogadores de futebol famosos, como o baixinho Romário e o craque Neymar. Com o tempo, se tornou alternativa de treino para quem quer perder peso ou criar hábitos saudáveis.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

O que você vai aprender sobre o futevôlei

A ideia desse artigo é trazer um grande contexto. Por exemplo, vamos falar sobre o que é, como surgiu e como praticar o futevôlei hoje em dia. Depois, vamos citar jogadores famosos que praticam e os motivos pelos quais o esporte voltou a ser praticado nos últimos meses. 

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Se você mora em regiões praianas, já deve ter notado que sempre tem as redes de vôlei lá, né? Agora, também tem as redes para o futevôlei. Mais do que isso, em qualquer cidade, quente ou fria, há quadras de futevôlei para alugar e jogar como as quadras de futebol ou vôlei. 

  • O que é o futevôlei;
  • Quais as regras do futevôlei;
  • Quem pode praticar o futevôlei;
  • O futevôlei como esporte amador.

No decorrer do texto, vai ter diversos tópicos para ler que são interessantes. No entanto, nós deixamos descrito acima os principais deles, que servem como guias para quem ainda não entendeu o objetivo do artigo. Vamos nessa?

O que é o futevôlei

Essa é uma modalidade esportiva, que é praticada na areia. O jogo acontece em quadras que são demarcadas e divididas por uma rede. É comum que aconteça na orla da praia. Porém, hoje, há quadras criadas especialmente para esse tipo de jogo. 

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

O esporte pode ter nascido em 1960 no Rio de Janeiro, como acreditam os estudiosos. Ao longo dos anos, ele teve momentos de euforia e descanso. Assim, chegou a Europa, Ásia e Estados Unidos, mas ficou apagado por um tempo. Hoje, ele ressurgiu. 

Um dos motivos é que o esporte é bem popular, já que envolve a mistura de futebol com o vôlei, que são ambos esportes conhecidos e muito praticados no nosso país. Assim, com um pouco de areia, uma bola e rede já dá para começar a jogar. Vamos entender as regras depois.

A história do futevôlei

Os estudos contam que nas praias do Rio de Janeiro, um grupo de amigos, que dava toques na bola a beira-mar foram proibidos pela polícia de fazerem isso devido a uma lei da época. O grupo então optou por continuar praticando perto do calçadão na Praia de Copacabana.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

É lá que ficavam as quadras de vôlei de praia. Com esse cenário, eles viram a chance de começar a jogar a bola por cima da rede. E foi assim que a modalidade nasceu e foi evoluindo ao longo do tempo. Hoje, além de regras, há vários atributos que se incluem na história. 

Ainda com base na história, o nome por trás da criação das regras do esporte é de Nuba Salibian, da Escola Técnica do Paraná, que formalizou o esporte em 1967. Já o introdutor do esporte é chamado de Octavio Sergio de Moraes, um arquiteto.

Quais as regras do futevôlei

As regras podem variar muito entre as competições ou nas partidas amigáveis. No entanto, o mais comum é que aconteça entre duas duplas, uma de cada lado da rede. Porém, também é comum que se jogo em trios ou quartetos, criando uma quadra maior.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, a regra que mais conta é: não se pode tocar a bola com os braços, nem as mãos e nem os antebraços. No restante, você pode fazer o toque como quiser: com a cabeça, ombros, pernas, coxas, pé, costas, etc. Aí vem as próximas regras, sobre os toques.

O esporte é idêntico ao vôlei, só que sem o uso das mãos. Então, é possível dar até 3 toques na bola por cada dupla, sendo que um jogador não se pode tocar na bola duas vezes seguidas. O jogo é dividido em sets de 18 pontos.

Quem pode praticar o futevôlei

Com essa explicação, fica claro que qualquer pessoa que goste do esporte pode praticar ele, correto? Para isso, basta ter a estrutura, com quadra, bola, rede e pessoas. Justamente por essa facilidade, o esporte tem voltado a ser opção para muita gente. 

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Na forma mais amadora, considere que ele é um ótimo jeito de perder calorias. Isso porque o esporte na areia tem essa característica de ser mais cansativo. Outra coisa é que ele permite o treino de vários fundamentos, dos cabeceios até os posicionamentos, ataque e defesa.

Logo, isso explicaria porque tem acontecido a abertura de quadras de futevôlei em várias cidades do país. A se somar ainda com o fato de que o esporte acaba respeitando as regras de distanciamento, já que não é um esporte tão coletivo como futebol ou outros. 

Até jogadores profissionais praticam

Para você que não sabe, considere que não é raro encontrarmos notícias como “treino da seleção brasileira na tarde de sexta contou com partida de futevôlei”. Por ser praticado na areia, exige mais força e resistência física.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque esse é um tipo de treino que é válido para vários fins, como acabamos de mencionar. E como os locais de treino da seleção são estruturados, a prática do esporte se torna possível de acontecer. 

Os benefícios do futevôlei

Se a gente for avaliar a prática saudável do esporte, enquanto exercício físico, saiba que ele trabalha com várias partes do corpo. Inclusive, com a respiração. Vamos usar aqui alguns dados que foram mencionados recentemente sobre isso.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Entre as partes dos corpos mais trabalhadas nos treinos e nos jogos, a gente tem o abdômen, os glúteos, as coxas e as panturrilhas. Fora isso, como é uma modalidade que engloba outras áreas, podemos falar da questão cardiorrespiratória, óssea e muscular.

O resultado é que, como é praticado em ambiente aberto, a pessoa também consegue melhorar ou manter os níveis de Vitamina D e sem falar que a perda de calorias para cada hora de jogo varia de 450 até 880 ao todo.

A prática do futevôlei com responsabilidade 

E a gente não pode deixar de dizer que é preciso ter responsabilidade para praticar esse e qualquer outro exercício físico. Como o Brasil é um país muito quente, se faz necessário o uso de protetores solares e uma alimentação balanceada.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Então, se você nunca jogou antes, a dica é se atentar e começar aos poucos. Se tiver orientação profissional, então, melhor ainda. Atualmente, os profissionais da saúde mais indicados são os nutricionistas para a parte de alimentação e educadores físicos para treinos.

Antes e durante o treino, por exemplo, a recomendação de nutricionistas é sobre pensar na hidratação e em alimentos que são fontes de carboidratos. Já durante o exercício, uma boa ideia é tomar água, água de coco, suco de frutas, etc. 

O futevôlei como esporte amador

Se você leu as regras acima, deve ter notado que esse não é um esporte difícil de praticar. Ainda mais para quem conhece o vôlei, o futebol e o vôlei de praia, né? No entanto, ainda não está incluído em jogos olímpicos, por exemplo. Mas a boa notícia é que ele tem entidades. 

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, em termos internacionais, considere que a Federação Internacional de Futevôlei e a Federação Europeia de Futevôlei estão por trás da modalidade. De todo modo, ele é comum no Brasil, na Argentina, no Uruguai, na França, na Alemanha, na Itália e na Espanha.

Por isso, considere que é um esporte amador, mas que também tem se profissionalizado cada vez mais. Para se ter uma ideia, em 2010 aconteceu o primeiro Campeonato Mundial de Futevôlei, em Salvador (BA). Em 2011 foi a estreia do Mundial do Futevôlei 4×4.

As regras oficiais do futevôlei

Agora que você viu que o esporte é amador, mas tem se profissionalizado, nós vamos trazer as regras de novo, porém, com esse viés mais competitivo, está bem? Isso vai permitir que você treine ou jogue de modo mais padronizado, com as referências oficiais.

Futevôlei voltou a ser praticado como esporte amador – Entenda
Foto: (reprodução/internet)

O objetivo do jogo é enviar a bola por cima da rede e fazer ela bater no solo adversário. Por outro lado, é preciso defender e evitar que a bola toque no solo da sua quadra também. O início acontece na colocação da bola em jogo através do serviço/saque, feito com o pé. 

Vence a equipe que ganhar dois sets. Cada set tem 18 pontos, mas é preciso abrir vantagem de 2 pontos entre as equipes. Os campos mais profissionais medem 18 metros por 9 metros, sendo que possui a zona livre de 3 metros de largura ou mais. A rede fica a mais de 2 metros.

Os famosos do futevôlei

Considere que no Brasil e no mundo há muitos famosos que jogam futevôlei. Entre eles, podemos falar do lutador José Aldo, do apresentador de TV Felipe Andreoli, do músico Leandro Sapucahy e do ator José Loreto. Ah, o ator Marcelo Serrado também já apareceu jogando.

Além deles, a gente também pode considerar os próprios jogadores de futebol de campo, como Alex Dias, Elano, Aldair, Felipe, entre outros. Ah, e tem os que são profissionais do futevôlei, que são referências no país, como Eduardo Tatá, Rodrigo ET e Léo Tubarão.